Verão: estação mais quente do ano pode se tornar inimiga número um do coração

O alerta é do cardiologista Sérgio Terán do Centro Médico Laguna, ele diz que o maior problema desse período está nos abusos.

Matéria publicada no jornal Correio do Estado LinharesSol, praia, piscina. Além de proporcionar momentos de lazer o verão é também o período que muitas pessoas tiram férias. Mas, se por um lado essa é a época ideal para descanso e viagens com familiares e amigos, por outro, os excessos cometidos na estação mais quente do ano também podem significar um risco ao coração.

O alerta é do cardiologista Sérgio Terán do Centro Médico Laguna. Dr. Sérgio diz que o maior problema desse período está nos abusos. “Por estarem de férias, na praia, ou mesmo em viagens, é comum as pessoas abusarem do sal, gordura, beber um maior problema desse período está nos abusos. “Por estarem de férias, na praia, ou mesmo em viagens, é comum as pessoas abusarem do sal, gordura, beber um pouco além do normal, por vários dias consecutivos, e isso para saúde pode ser sinônimo risco”, explica o médico.

Outro problema apontado pelo cardiologista está relacionado diretamente aos pacientes com algum tipo de doença coronariana.”Se para uma pessoa que não apresenta nenhum problema de saúde os excessos citados acima já são prejudiciais, o problema ganha proporções um tanto quanto maiores quando falamos de pessoas com algum tipo de doença cardíaca silenciosa”.
Outra ameaça da estação está relacionada a prática de atividade física esporádica, sem preparação ou avaliação médica prévia. “Com o calor excessivo o coração faz mais esforço, podendo aumentar o risco de infarto ou arritmias durante essa atividade física não habitual”, esclarece o médico.

Cuidados para proteger o coração no verão:

  • Fazer avaliação cardiológica prévia;
  • Alimentação leve e saudável;
  • Hidratar-se bem, de preferência com ingestão de água;
  • Respeitar o período de descanso, pois o cansaço em excesso pode aumentar o risco de ataques cardíacos.
  • Não realizar consumo exagerado de bebida alcoólica, devido ao risco de elevação da pressão arterial.

 

 

Fonte: Matéria publicada no jornal Correio do Estado no dia 03 de fevereiro de 2017.
Link: http://linharesemdia.com.br/jornais/correiodoestado/2989.pdf

Cálcio nas coronárias pode levar ao infarto e AVC

Cálcio nas coronárias pode levar ao infarto e AVC

A existência de cálcio na coronárias está relacionado ao envelhecimento das artérias e é chamado […]

Hipertensão arterial e Exercício Físico

Hipertensão arterial e Exercício Físico

Hipertensão Arterial foi tema de Minicurso ministrado pelo Dr Nelson Kato, cardiologista da Cemel

Varizes – Histórico Familiar

Varizes – Histórico Familiar

Dr Gustavo Coffler fala sobre a influência do histórico familiar nas doenças vasculares