Varizes exigem tratamento adequado

Matéria do portal Site de Linhares- Dr Gustavo CofflerDe acordo com o cirurgião vascular linharense, Gustavo Coffler, o tratamento depende das características das varizes de cada paciente.

Ao contrário do que muita gente acredita, varizes não são apenas um problema estético, mas também de saúde, e exigem tratamento correto para evitar riscos. De acordo com o cirurgião vascular linharense, Gustavo Coffler, o tratamento depende das características das varizes de cada paciente. “A doença venosa é classificada em 6 estágios, que são determinados de acordo com o calibre da veia e a manifestação clinica. Uma avaliação cuidadosa determina qual o melhor tratamento para o paciente” explica Dr. Gustavo.

Tratamento

Para as veias mais finas em estágios iniciais, normalmente é usada a escleroterapia, popularmente conhecida como “aplicação” e são realizadas no consultório com agulhas e seringas, “Essa técnica já é utilizada há mais de 50 anos, com bons resultados”. O tratamento ainda pode ser realizado com o uso do laser transdérmico, menos invasivo e sem agulhas. Para as veias de médio calibre podemos utilizar a radiofreqüência e o endolaser, em que um cateter especial é inserido na veia afetada. Por ultimo também utilizado para as veias de médio e grosso calibre, temos como opção o tratamento cirúrgico.

No caso na safena, veia de maior calibre, a indicação é cirurgia de forma direta ou por meio de técnicas de radiofrequência ou endolaser que efetuam o tratamento por meio de punções. “Com isso, não há cortes, há menos hematomas, o tempo do procedimento é reduzido e a recuperação é muito mais rápida”, exemplifica o cirurgião vascular.

A tendência atual dos tratamentos, segundo Coffler, é minimizar as intervenções e os cortes. “Habitualmente, se faz com raque anestesia, porém em alguns casos, podemos utilizar anestesia local e sedação. Assim o paciente vai para casa e retorna à sua vida profissional em dois ou três dias. É isso que todos querem”, explicou.

A evolução da doença venosa é progressiva e pode chegar a estágios avançados com manchas pela pele, trombose venosa e formação de úlceras ao redor do tornozelo. Portanto, o tratamento precoce objetiva sempre minimizar e evolução da doença.

Se o tratamento não for feito de modo correto e por um profissional qualificado, complicações como pequenas feridas de pele, manchas pela pele ou ainda queimaduras, no caso do laser, podem ser um desagrado para o cirurgião vascular. Para reduzir riscos, o médico diz que a avaliação clínica é fundamental, seguida de exames como o eco color doppler.

O médico ressalta outros fatores fundamentais para o diagnóstico e tratamento das doenças vasculares. “Não só as doenças venosas, como as varizes, as úlceras de perna e a trombose venosa, mas também as doenças arteriais, como os aneurismas arteriais e a doença obstrutiva aterosclerótica, podem ser problemas muito sérios para os nossos pacientes. Os aneurismas podem romper, aumentando assim a chance de óbito e a falta de circulação nas pernas, chamada isquemia dos membros inferiores podem determinar a gangrena”, listou Coffler.

Além do tratamento, o médico destacou a importância da prevenção de doenças vasculares. “Recentemente a SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular) lançou uma campanha chamada Check Up Vacular, que visa a identificação precoce, prevenção e tratamento das doenças vasculares. Os pacientes com predisposições as doenças vasculares devem fazer acompanhamento periódico de acordo com a suas necessidades e orientação do seu médico”.

Orientações simples para prevenir o aparecimento de varizes. Veja algumas dicas:

-Evite excesso de peso, adotando uma alimentação equilibrada;
-Tome pelo menos 3 litros de água diariamente.
-Antes de começar um tratamento com pílula anticoncepcional, consulte um médico e peça mais explicações;
-Não fique o dia inteiro na mesma posição. Se for inevitável, levante e ande a cada 20 minutos, isso irá estimular a circulação sanguínea;
-O uso de meias compressivas minimizam a evolução das varizes e seus sintomas.
-Tenha cuidado com exercícios como a musculação de alta carga ou a aeróbica de alto impacto, porque provocam uma maior tensão nos vasos e, por consequência, a sua dilatação.
-Sempre que possível, deite-se com as pernas elevadas, para favorecer o retorno venoso, já que os pés ficarão mais altos que o coração;
-Jamais trate as varizes sem o acompanhamento de um cirurgião vascular.

Matéria publicada no portal Site de Linhares disponível no link: http://www.sitedelinhares.com.br/noticias/geral/varizes-exigem-tratamento-adequado-para-evitar-complicacoes-alerta-cirurgiao-vascular

 

 

Cálcio nas coronárias pode levar ao infarto e AVC

Cálcio nas coronárias pode levar ao infarto e AVC

A existência de cálcio na coronárias está relacionado ao envelhecimento das artérias e é chamado […]

Hipertensão arterial e Exercício Físico

Hipertensão arterial e Exercício Físico

Hipertensão Arterial foi tema de Minicurso ministrado pelo Dr Nelson Kato, cardiologista da Cemel

Varizes – Histórico Familiar

Varizes – Histórico Familiar

Dr Gustavo Coffler fala sobre a influência do histórico familiar nas doenças vasculares