Atividade física, benefícios estão muito além da estética

Bicicleta Exercício Físico

A recomendação é que as atividades físicas sejam praticadas, no mínimo, cinco vezes por semana, por 30 minutos.
Em tempos de ditadura da beleza que impõem padrões estéticos tanto para homens quanto mulheres de qualquer faixa etária, falar em atividade física como maneira de cuidar da saúde geralmente fica em segundo plano. Mas a verdade é que os benefícios trazidos pelos exercícios físicos estão além das questões ligadas à estética.

O alerta é do médico Dr. Sérgio Terán, do Centro médico Laguna. “Não tenho dúvida que a prática esportiva é excelente para quem deseja ter hábitos saudáveis, melhorar a condição física e evitar o aparecimento e progressão de inúmeras doenças crônicas”, explica Téran. Por outro lado, “a falta de atividade física é um fator de risco chave para doenças cardiovasculares como por exemplo: Pressão alta, Infarto e Derrame cerebral”, salienta o médico.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a inatividade física é o quarto principal fator de risco de morte no mundo e aproximadamente 3,2 milhões de pessoas morrem a cada ano em decorrência disso. No Brasil 70% da população não faz atividade física regular. “A recomendação é que as atividades físicas sejam praticadas, no mínimo, cinco vezes por semana, por 30 minutos. Antes, porém de começar a praticar qualquer modalidade esportiva, é imprescindível que seja feito um check up rigoroso para que todo o sistema cardiovascular seja examinado”, orienta Dr. Sérgio.

Atividade física x cardíacos
Por mais que a prática diária de exercícios seja boa para controlar e prevenir doenças cardíacas, pessoas que já possuem determinadas cardiopatias devem ficar atentas. A prescrição para esse grupo deve ser individualizada, já que alguns tipos de atividade física podem fazer mais mal do que bem ao coração, alerta o profissional.

“Nestes casos, o ideal é que antes de iniciar as atividades, seja realizada uma consulta com o cardiologista, definindo qual o exercício ideal e mais seguro, já que alguns exercícios podem causar aumento exagerado da pressão arterial e da frequência cardíaca, podendo levar a arritmias graves e infarto”, esclarece Terán.
Quem também precisa ficar atento são as pessoas que já sofreram infarto. Segundo Dr. Sérgio exercícios fazem parte da recuperação pós-infarto, mas é imprescindível acompanhamento médico. “A intensidade e duração desses exercícios deverão ser estabelecidas pelo médico, de acordo com o histórico do paciente”, conclui o médico.

Algumas das inúmeras vantagens da atividade física:
Evita o excesso de peso e a obesidade;
previne o aparecimento de doenças;
reduz a tensão arterial;
Fortalece o sistema imune;
Promove bem-estar e felicidade;
melhoria da auto estima;
redução do stress;
contribui para a concentração e para o bem estar físico e psicológico;
aumenta a qualidade do sono.

Cálcio nas coronárias pode levar ao infarto e AVC

Cálcio nas coronárias pode levar ao infarto e AVC

A existência de cálcio na coronárias está relacionado ao envelhecimento das artérias e é chamado […]

Hipertensão arterial e Exercício Físico

Hipertensão arterial e Exercício Físico

Hipertensão Arterial foi tema de Minicurso ministrado pelo Dr Nelson Kato, cardiologista da Cemel

Varizes – Histórico Familiar

Varizes – Histórico Familiar

Dr Gustavo Coffler fala sobre a influência do histórico familiar nas doenças vasculares